Foto: AL/MA

A deputada Andrea Murad relatou hoje (16) outro fato sobre a ilegalidade praticada pelo secretário de assuntos políticos, Márcio Jerry. Além de usurpar a competência do Poder Legislativo e querer determinar valores para emendas parlamentares — o que está previsto apenas por Lei Orçamentária —, ele quer fazer crer que a alteração foi feita para priorizar a área da saúde, mas o que aconteceu foi o contrário. De posse da planilha com os nome dos parlamentares, o destino e os valores de suas respectivas emendas, Andrea Murad disse que Márcio Jerry estipulou o valor máximo de R$ 1.150.000, abaixo do encaminhado por vários parlamentares.

“O mais absurdo foram deputados aliados dizerem que Márcio Jerry, diante de um ato ilegal, ‘está priorizando a saúde’. Só pra terem uma idéia, no orçamento aprovado, os deputados Dr. Pádua, Cutrim, Jota Pinto, Gardênia Castelo, Cleide Coutinho, Hemetério Weba, Graça Paz, Zé Carlos, Victor Mendes, Carlos Amorim, Edilázio Júnior, Arnaldo Melo, Neto Evangelista, Carlos Filho, entre muitos outros destinaram mais R$ 1.150.000 na saúde. Como é que Márcio Jerry vai resolver agora? Ele não tá priorizando é nada. E mais, não é da competência dele. Não é ele quem tem que decidir. É da competência desta Casa aprovar ou não aprovar”, criticou Andrea Murad.

Sobre as emendas para novos deputados, discriminadas também no ofício enviado pelo secretário Márcio Jerry, a deputada relembrou a Casa sobre a emenda impositiva aprovada no Congresso Nacional mas rejeitada no Maranhão e que o secretário não tem competência para determinar emendas para os novatos do parlamento.

“E quem aprovou emendas para deputados novatos? Ele? Ele acha que essa competência cabe a ele e essa casa vai aceitar? Não deixaram aprovar a emenda impositiva aqui no Maranhão, uma vergonha nacional, e agora sem passar por essa Assembleia ele decide que parlamentares novatos, só os que eles escolherem, terão emendas. Pra isso acontecer essa casa teria que ter aprovado e ter incluído no orçamento. Inacreditável o que acontece nesse governo”, disse Andrea Murad.

murad

Leave a Comment