Na última sessão plenária da semana, a deputada Andrea Murad criticou a falta de explicações do governo sobre as denúncias de contratação ilegal no Detran que, segundo a parlamentar, revelam o favorecimento de empresa e pagamento de dívida de campanha eleitoral. Na tribuna, ela chamou a atenção para as declarações do governador Flávio Dino que exaltou a gestão do diretor do Detran, Antônio Nunes, em vez de explicar ao povo sobre as denúncias que resultaram na decisão da justiça em suspender o contrato por tempo indeterminado. Para Andrea Murad, os argumentos são fortes e o povo precisa que o governo tome atitudes cabíveis diante do escândalo. 

“Flávio Dino não tinha o direito de fazer uma coisa dessa com o povo que confiou nele. Ele vem para o governo e decide colocar o Estado para pagar suas dívidas de campanha, ele coloca o agiota que financiou a campanha dele em um contrato milionário no Detran através de uma dispensa de licitação ilegal. E quando denunciamos, eles acham banal, porque acham que a justiça nunca irá prevalecer”, disse a deputada.

Andrea Murad citou outra forte ligação da empresa BR CONSTRUÇÃO com o suposto pagamento de dívida de campanha de Flávio Dino ao repercutir que a empresa da mesma família, a CARDOSO CONSTRUÇÃO, também faturou contratos na gestão do prefeito de São Luís, Holanda Júnior. 

“O que esperávamos é que o Governador Flávio Dino assumisse a responsabilidade, tomasse providências quanto a corrupção no órgão e tirasse o Nunes. Mas, o que estamos vendo é que ele não só compactua com essa corrupção, mas talvez,  seja ele o mentor de tudo isso”, discursou Andrea Murad.

A parlamentar reforçou na tribuna que o governo precisa dar uma satisfação ao povo sobre a contratação da BR pelo Detran. Andrea citou ainda as notícias sobre as conseqüências do escândalo, que para ela revelam as reais providências do governo sobre o assunto. Ela exemplificou as demissões na Comissão Central de Licitações, órgão que também emitiu parecer jurídico contestando a contratação; e ainda, a ‘caça’ aos responsáveis pelo vazamento do contrato entre a BR CONSTRUÇÃO e o Detran, fatos repercutidos pela imprensa nesta quinta-feira. Para a deputada, atitudes como estas substanciam mais ainda a existência de corrupção no órgão. 

“Ao invés de estarem preocupados em perseguir funcionários e emitir notas lunáticas, quero saber quando irão dar respostas plausíveis sobre a corrupção no Detran”, indagou Andrea Murad.

murad

Leave a Comment